De volta para a casa do pai – Semana 4: O Pai espera por voçê

TEXTO:

Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor; por tua grande compaixão apaga as minhas transgressões. Lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado. Pois eu mesmo reconheço as minhas transgressões, e o meu pecado sempre me persegue. (Salmos 51:1-3)

ENCONTRO:

Qual foi a festa mais engraçada que você já foi convidado? E qual foi a pior?

EXALTAÇÃO:

O QUE TUA GLORIA FEZ COMIGO – FERNANDA BRUM

TEU AMOR NÃO FALHA – NÍVEA SOARES

EDIFICAÇÃO:

Não importa quais e quantas parábolas você já tenha lido. Em todas, tudo que Jesus disse tem um significado. As palavras de Jesus não são sem sentido. Elas tem um significado para impactar aqueles que estariam ouvindo. Portanto, quando você estiver diante de qualquer parábola de Jesus, lembre-se que as palavras ali descritas são de grande importância.

Nesta parábola, em três momentos diferentes, Jesus fala do bezerro gordo ou novilho cevado. Jesus não colocaria este elemento na história e o mencionaria três vezes se ele não tivesse um significado importante. Creio que você já percebeu uma coisa: que o bezerro gordo foi a maneira que Jesus encontrou para ilustrar a tremenda alegria que há no coração de Deus ao receber um filho que volta pra casa. O bezerro gordo, nessa história, é o símbolo da alegria do coração de Deus.

1) Como um pai pode mostrar amor para com seus filhos nos dias de hoje? Dê exemplos

2) Nesta parábola o pai não repreende o seu filho mais novo, antes, corre ao seu encontro. O que as atitudes do pai para com esse filho nos ensinam sobre como Deus age para conosco hoje?

3) Dê exemplos de ocasiões em que você agiu como o filho que ficou dentro de casa e percebeu o quanto precisava do amor de Deus.

4) Deus escreve através da própria vida no coração de seus filhos. O que Deus tem escrito no seu coração?

Foi muito bom você ter vindo. Nos vemos em nossa próxima reunião do NOSSO PEQUENO GRUPO, ou em uma das Celebrações na Igreja. Até lá!